quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Um grande desgosto


Sempre temi o dia em que isto iria acontecer. Pois bem. Ontem comprei rímel azul por acidente.

Se eu escrever uma petição pela penalização da venda de rímel azul vocês assinam?


segunda-feira, 17 de setembro de 2018

E a gravidez, como está a correr?


Por enquanto tem sido uma gravidez tranquila. Tive muitos poucos enjôos, e os que tive (por norma ao final da tarde e não matinais!) cessaram por completo por volta das 13 semanas. Pelo contrário, desde que engravidei que tenho um apetite enorme, nas primeiras semanas quase insaciável! Também tive muita sede nas primeiras semanas, mas agora voltei ao normal. 

Até agora só tive um desejo (uma espécie de goma ácida chamada "flygande tefat") e uma aversão a comida: durante meses não consegui comer halloumi, que antes adorava. Por outro lado, se antes podia esperar mais de uma hora depois de acordar para tomar o pequeno-almoço, desde que engravidei que tenho de comer quase imediatamente. Também reduzi muito o consumo de café, o que não me custou nada, ao contrário do que pensava. Nas primeiras 12 semanas quase não bebi café e as vezes que bebi, era descafeínado. 

Como vos ia a dizer, uma gravidez tranquila. Excepto umas semanas durante o primeiro trimestre em que passei bastante mal com cansaço extremo devido a anemia, tensão baixa e devido à minha medicação da tiróide precisar de ser ajustada. Mas tudo foi ao sítio quando comecei a tomar ferro e quando ajustaram a medicação. A tensão continua baixa, o que segundo a minha parteira é bom sinal. 

Mas acima de tudo a gravidez tem sido diferente do que eu imaginava. Na Suécia não se revela a gravidez durante as primeiras 12 semanas, muitas vezes nem sequer às pessoas mais próximas. Depois das 12 semanas o risco de aborto espontâneo baixa bastante e muitos contam às pessoas mais próximas por volta dessa altura. Nós contámos aos meus pais logo no dia seguinte a eu ter feito o teste de gravidez. Eles estavam de visita, era o Dia da Mãe e eu expliquei ao Peter que simplesmente tinha de partilhar a notícia. Mas de resto adaptei-me ao costume Sueco. Pensei que ia custar manter o segredo, mas não. 

Também sempre imaginei a gravidez como o "estado de graça" que dizem que é. Imaginei que iria andar nas nuvens, que nada me iria perturbar. Acho que subestimei o impacto emocional da gravidez. No primeiro trimestre tinha tanto medo de fazer algo errado que não me atrevia a fazer nada. A dar uma corrida para apanhar o metro. Já no metro, detestava ter de respirar aquele ar pesado, com medo de fazer mal à bebé. Andava sempre no Google a fazer pesquisas variadas. Agora estou mais relaxada mas continuo a ter os meus stresses. Na Croácia não conseguíamos estar numa esplanada sem inalar montes de fumo, já que t-o-d-a a gente fuma. E eu seeeei que o ser humano é muito resistente e que sempre nasceram milhões de bebés em todos os tipos de condições (guerras etc.) mas há momentos em que o meu instinto maternal lhe dá com força. Na Croácia, cheguei a pensar para comigo mesma que queria interromper as férias e voltar para casa. Já para não falar das ecografias. Da carga de nervos que para mim é fazer ecografias. Das lágrimas de alívio quando me dizem que está tudo bem com a pequenina. Também não imaginei que iria DEMORAR até me cair a ficha e perceber que realmente tenho um bebé cá dentro! Disseram-me que iria dar a volta depois da primeira eco. Não. Nem na primeira (em Portugal), nem na segunda, nem na terceira. Foi preciso esperar até à semana 23. Mas a realidade lá veio como uma onda, e um belo dia depois do trabalho liguei ao Peter para o informar que simplesmente tinha que comprar o primeiro outfit da menina, para usar na maternidade. Aqui está:


P.S. Ninguém me avisou que até os braços engordam com a gravidez. 

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Europa, mon amour


Este ano pegámos de novo no carro e fomos percorrer a Europa. Desta vez fomos à Croácia (Crikvenica e Opatija) e à Itália (Verona e Modena). Pelo caminho, pernoitámos na Polónia e na Áustria. Passámos pelos Alpes e por aquelas que talvez sejam as paisagens mais bonitas que vi na vida. Tal como no ano passado, praticamente não fizemos reservas de hotel antecipadamente (excepto três noites pelo Airbnb em Crikvenica), o que nos deu muito espaço de manobra. Fez bem ir arejar e tirar uma pausa do trabalho. Fez bem ir comer massa, chapinhar no mar e ler livros. Durante a viagem senti os primeiros pontapés da minha menina, o que me deixou muito feliz. Eu e o papá gostamos muito de sentir os movimentos dela. 

Deixo-vos algumas fotos.



Bad Gastein nos Alpes Austríacos



Mais Alpes


O Adriático


Em Opatija, comprámos uns pequenos detalhes feitos à mão para o cantinho da nossa menina


Eu e a barriga nos arredores de Verona


Eu a barriga na Aceitaia Giusto (produtores de azeite balsâmico) em Modena


Em Itália também se come bolas de Berlim


Mocktail (cocktail sem alcóol) para mim e um cocktail normal para o papá

P.S. 1: Obrigada pelo vosso carinho e pelas vossas felicitações. Em breve vou visitar os vossos blogs! Muitos beijinhos.

P.S. 2: E quem voltou a receber notificações de comentários pelo mail ponha as mãos no ar! Yay!

domingo, 26 de agosto de 2018

Eis que embarco na minha maior aventura


Este blog foi criado para relatar uma aventura: a minha (na altura) nova vida na Suécia - os choques culturais, os desafios, as novas descobertas, as conquistas. Nos raros momentos en que tenho tempo e leio posts antigos vejo que, sem me aperceber, os anos foram passando e o blog acabou por ser um registo de praticamente toda a minha vida adulta. Quando leio o meu blog, reparo que mudei bastante ao longo dos anos. Desde o estilo de escrita ao "sentido fashion". Mudei duas vezes de cidade, tirei uma licenciatura, passei a gostar de sushi, até fiz madeixas pela primeira vez! Há coisas que não mudaram: o gosto que tenho em voltar à blogosfera e perder-me, a minha perdição por seres de quatro patas, o facto de as minhas pernas não bronzearem.

E agora comecei uma nova aventura - a maior aventura de todas até agora! Em Janeiro vamos ter uma menina. Estou na semana 21. Vou ser mãe! Na semana passada anunciei no Facebook, agora anuncio no blog e pouco a pouco vou-me apercebendo que é isto é real, está a acontecer. 

Vou ser sincera: nunca tive grande paciência para ler mommy blogs, da mesma forma que também não costumo ler blogs puramente dedicados a viagens. Os meus blogs favoritos são aqueles em que se escreve sobre tudo e sobre nada. E é isso que quero para o meu estaminé. Com isto quero dizer que irei partilhar a minha nova aventura convosco, mas também quero preservar o carácter aleatório do blog. Beijinhos!

domingo, 5 de agosto de 2018

O Lidl em parceria com o Universo


Lembram-se de eu no post anterior dizer que tenho de saudades de rissóis com arroz de tomate? Pois o amigo Lidl, em parceria com o Universo, resolveu agir. Mais ou menos. Não com rissóis mas sim com bolinhos de bacalhau. Também sabe bem com arroz de tomate.


Pensei em aproveitar a onda de generosidade do universo e mencionar casualmente que também me dava jeito 100 000 €, cabelo daquele que se pode apenas lavar e escovar antes de sair de casa, um método de teletransporte, um canídeo, paz no mundo, saúde e felicidade para a família.

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Onda de calor ou o apocalipse


Na Suécia temos onda de calor. É o verão mais quente desde que se começou a fazer o registo das temperaturas a nível nacional há uns 300 anos. A temperatura ronda os 30 graus há quase dois meses, as ventoinhas estão esgotadas em todo o lado, temos seca, temos incêndios (Portugal enviou recursos – obrigada!) e os edifícios e casas suecas têm as suas qualidades mas se há uma coisa para os quais não foram concebidas, é lidar com temperaturas deste calibre. Não se fala de outra coisa sem ser o calor no trabalho. Nem com os vizinhos. Nem com a menina que trabalha no quiosque. No trabalho há uma batalha entre os que querem as janelas abertas para deixar entrar o ar e os que querem as janelas fechadas para o suposto ar condicionado. E eu às vezes dou comigo a desejar que o Outono chegue. E isto meus amigos é coisa que em nove anos de Suécia nunca antes me sucedeu. Oremos.
 

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Prémio Sunshine Blogger - as minhas respostas!



Fui nomeada pela Ana para o Sunshine Blogger Award. Beijinhos Ana! Sempre gostei destes "awards", transportam-me aos inquéritos da minha adolescência, que preparávamos cuidadosamente num caderninho e que andavam a circular pela turma inteira. (Os adolescentes de hoje em dia ainda fazem disso?). Este prémio consiste em responder a 11 perguntas, aqui estão elas!

1. qual o último livro que você terminou de ler?
"Ska vi dansa?"- é um livro sobre uma tradição que existe por exemplo no Afeganistão e no Paquistão e que consiste numa forma velada de pedofilia, na qual meninos muito jovens se vestem com roupas femininas e dançam para homens adultos. Para mim, que trabalho com muitos jovens do Afeganistão, é bom estar a par de realidades como esta.

De resto, ando a tentar ler "Hardwiring happiness" de Rick Hanson desde o verão passado -.- 

2. com quem você mora?
Com o Namorado. 

3. canto favorito da casa
O nosso rico sofá no qual durmo muitas sestas. 

4. banda favorita na adolescência
Penso que eram os Foo Fighters no início da adolescência e, mais tarde, os Queen of the Stone Age.

5. banda favorita agora
Tenho várias! Curiosamente, algumas delas (como os Arctic Monkeys, os The Killers e os Franz Fardinand) são bandas que ficaram desde a adolescência. Também ouço muito Metronomy e The Last Shadow Puppets. Mas se tiver de escolher uma banda "para todas as ocasiões", escolho certamente os Arctic Monkeys.

6. um destino de viagem
Mais uma pergunta difícil! Chamem-me sem sal mas eu tenho um fascínio inexplicável pela Espanha, por isso escolho a Espanha. No ano passado, quando fizemos uma roadtrip Suécia - Portugal, atravessámos a Espanha de carro, o que veio reforçar o meu fascínio. As paisagens desérticas, as aldeias pequenas, as plazas com as suas esplanadas, as praias. E como gosto da língua Espanhola e daquele ar da manhã e do fim da tarde!

Algures no deserto Espanhol durante a roadtrip

7. um destino de viagem (que você ainda quer ir)
Ando há anos com muita vontade de ir à Escócia. Já fui à Inglaterra, ao País de Gales e à Irlanda. Falta-me a Escócia e a Irlanda do Norte. O sonho seria percorrer aquilo tudo de carro (mas irei precisar de condutor porque conduzir pela esquerda está fora de questão :) ) e passar por todas as aldeias e castelos. 

Dá reparar que a Europa é o meu sítio?

8. especialidade na cozinha
Hmm... Não tenho especialidade! Costumo experimentar receitas diferentes e simples (massas, saladas , sopas, lasanhas etc.) porque durante a semana não dá para fazer refeições elaboradas e aos fins-de-semana costumamos andar saídos. Mas no meu aniversário fiz umas mini-quiches de tomate e alho francês que foram bastante elogiadas.

9. está apaixonada(o)? 
Sim

10. uma saudade
Sou Portuguesa. Sou feita de saudades! Não sei por onde começar. Tenho saudades de estar em casa com a família. Tenho saudades de passar o dia à beira da piscina a "snifar" o cheirinho a protector solar e a cloro. Tenho saudades de rissóis com arroz de tomate. Tenho saudades de beber Radler. Tenho saudades dos meus calções verdes que desapareceram sem rasto. 

Eu e os saudosos calções verdes no Gerês. Foi a nossa última aventura juntos.

11. o que te deixa feliz?
Animais. Música boa. Passar tempo com os meus. Saber que a minha família está de boa saúde. Pessoas que partilham o meu sentido de humor. Andar de barco e viajar no geral. Poder sair de casa sem levar casaco. 

Eu nomeio... quem achar piada a este tipo de coisas :) Aqui estão as perguntinhas:

1. Vais passar uma temporada numa ilha deserta e só podes levar cinco coisas contigo. O que levas?
2. Descreve o fim-de-semana perfeito!
3. Preferias ter de renunciar a) café ou a b) acesso à internet durante dois meses?
4. Cidade preferida
5. Três características que admiras noutras pessoas
6. Três características que admiras em ti mesmo(a)
7. Deram-te uma quantia ilimitada de dinheiro para gastar em 24 horas. O que fazes?
8. Viajar para o passado ou para o futuro? Porquê?
9. Escolhe um super-poder!
10. Um sonho por realizar
11. Se a tua vida fosse um filme, qual seria o título?

P.S. Não ando a receber notificações de comentários por email como antigamente. Alguém sabe porquê?