quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Portugal vs. Suécia


Venho a Portugal poucas vezes por ano. Duas, talvez três. Quando estou aqui, há muitas coisas que estranho, por me ter desabituado delas. Outras, deixam-me sem perceber como é que sou capaz de viver sem elas. Apresento uma humilde lista de observações para exemplificar:

 1. 18ºC e sol em pleno mês de Dezembro. A minha alminha (con)gelada quase derrete, e eu gosto.

 2. A mensagem de Natal do Primeiro Ministro Português. À frente de um presépio. E eu que pensava que Portugal tinha um estado laico. Tal como o ponto nº 1, isto é algo que não aconteceria na Suécia.

 3. Constatar que afinal não sou invisível. As pessoas não me ignoram. É estranho e sabe bem!

 4. Discursos pessimistas. Quando não se fala da crise, fala-se de doenças. Quando não se fala de doenças, fala-se da crise. Habituei-me às conversas optimistas dos Suecos, e sinto muito a falta delas. 

 5. Até o atum em lata é mais  saboroso em Portugal. Juro. Já comprei várias latas para levar.

 6. O pessoal todo ao molhe nas escadas rolantes.  Na Suécia, quem não quer andar posiciona-se no  lado direito e deixa os outros passarem pelo  lado esquerdo. É simples e prático. 

7. Hipermercados e shoppings abertos até tarde, de braços abertos para acolher a minha fúria consumista. Lindo!

8. Pessoas que se atropelam a falar. E não contentes com isso, falam aos berros. 

9. Roupas lindas e a preços acessíveis! Adeus sacos de batata pretos e bege, adeus H&M, adeus Lindex! 

10. Humidade e roupa que não seca. (Sorry, o tema humidade é incontornável, como esta senhora bem sabe.). Eu mereço?

No final, nenhum dos países fica a perder. Ambos são fantásticos, e eu continuo pacientemente à espera do dia em que os Japoneses descubram uma solução para o meu coração dividido e o consigam colar de novo. Não são eles que conseguem inventar tudo?

34 comentários:

  1. Concordo com tudo boneca...trás um sueco a viver cá e passado uns meses vais vê-lo a passado uns meses se queixar, das dores nos rins, do governo, da crise e da...humidade!
    Ahahahahahah:)

    Jinho de 18ºC

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo. Acompanho alguns blogs de estrangeiros a viver em Portugal e o certo é que as queixas sobre o governo e a crise são inevitáveis. O que não me surpreende, para ser sincera... :)

      Beijinhos!

      Eliminar
  2. Quanta diferença,Joana! E mesmo dentro da Europa. Imagine então se vier ao Brasil...
    Cada pedaço deste País tem características peculiares!
    um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente nunca fui ao Brasil, mas gostava imenso. Tenho uma amiga que viveu aí durante 6 meses e que visitou várias regiões, ela bem me relatou algumas diferenças. Fascinante! Um abraço

      Eliminar
  3. Quanta diferenca heim! Achei engracado voce falando sobre o atum em lata, eu tenho a sensacao de que acontece o mesmo com a sardinha em lata do Brasil e a daqui. Eu tambem queria que os japoneses pudessem inventar uma maquina de teletransportar, porque assim a gente podia ta literalmente com os pes nos dois paises.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos torcer para que 2013 seja o ano em que inventem a máquina teletransportadora :) Beijinhos

      Eliminar
  4. Por que razão é que dizes que és invisível na Suécia? Não percebi...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo(a), os Suecos em geral evitam o contacto com estranhos, inclusive contacto visual. Em parte é por isso que me sinto "invisível"...

      Eliminar
  5. Interessante essa análise que fazes. Há coisas boas, há coisas más em ambos, não é? E o teu coração está nos dois países.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo. Precisava de "criar" um país que fosse uma mistura de ambos...

      Eliminar
  6. Adorei o post, achei super interessante a diferença entre os dois países. Praticamente só leio blogs de brasileiros na Suécia, e achei muito ineressante mesmo seu ponto de vista sobre as coisas nos dois lugares. O bom é que você vê o lado bom de cada um, aí fica um pouco fácil lidar com o coração dividido né? O ruim seria se você amasse um e odiasse o outro.

    beijos e boas festas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conheço vários imigrantes que deixaram de ver os defeitos nas suas terras natais, embora muitas vezes tenham sido esses defeitos que os fizeram imigrar, e que se dedicam a criticar tudo o que diz respeito à Suécia. Eu esforço-me bastante por ver o melhor de ambos os países, pois acho que não é saudável ter uma visão tão retorcida das coisas.

      Beijos!

      P.S. Você é sempre bem-vinda!

      Eliminar
  7. Oiii

    ahh eu fui a portugal algumas vezes já, mas sempre no verao.. deve ser interessante no inverno...
    Belo post!
    Feliz 2013 pra voce!

    bjsss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Anna, Portugal é bonito no inverno também, mas se for de visita nessa estação recomendo vivamente o sul do país, pois no Norte há muita chuva e mais frio.

      Feliz 2013!

      Beijos!

      Eliminar
  8. hahahaha, muito legal a sua análise. O melhor a fazer é mesmo aproveitar o que os dois países oferecem de melhor! Eu estive em Portugal e adorei tudo, nossa que saudade de passear pelas ruas de Lisboa... Estive também na Ilha da Madeira, gostei bastante de lá, mas a humidade... hahahahahah. Bjsss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não sou de Lisboa, mas acho-a uma cidade muito especial. Nunca estive na Madeira, mas sim em Porto Santo, que é uma ilha vizinha. As paisagens são fantásticas mas a humidade... ai a humidade :D Beijos

      Eliminar
  9. Então é assim: hoje bem cedo, deixei as janelas todas abertas; como só ia voltar a meio da tarde, sujeitei-me a que viesse chuva, mas tal não aconteceu, e a roupa que tinha na marquise a secar, estava mesmo seca! Agora, ao fim da tarde já chegou a humidade peguilhenta, mas que fazer, se faz parte do nosso clima?
    bjs
    Jessica

    ResponderEliminar
  10. Uma postagem inspirada sobre as diferenças dos dois países, Portugal e Suécia. Esta semana a minha irmã andou a ver aqueles filmes do Millenium e a elogiar. Ela adora cinema, eu também gosto mas o tempo é pouco para tudo!A maior parte das vezes ela conta-me a história dos filmes, eu não chego a ver... É engraçado ela dizer que "a Suécia, a neve, brrr, eu não trocaria", mas também que a língua não lhe soava desagradavelmente como a língua russa ou o alemão! A Nucha, o Gabriel e eu desejamos um 2013 repleto de alegrias!Feliz Ano Novo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Recomendo os filmes e os livros Millennium. É uma história cheia de detalhes chocantes, mas muito interessante. Eu também sofro de falta de tempo, mas se pudesse via filmes todos os dias. Quanto à língua sueca, é bem musical... aliás, demasiado (na minha opinião). Feliz Ano Novo! :D

      Eliminar
  11. Eu acho que meu coracão sempre será dividido também. A qualidade de vida na Suécia é incomparavelmente melhor que no Brasil, mas em compensacão... O calor humano, as comidinhas... Sinto falta.

    Vc não gosta da H&M?? Sério??? Preciso conhecer a moda em Portugal.

    Beijos e Feliz ano novo!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A H&M tem o mérito de apresentar as tendências do momento a um preço bastante acessível, e eu faço lá compras às vezes, mas está longe de ser a minha loja preferida. Em Portugal temos variedade de lojas e marcas e eu adoro isso.

      Feliz Ano Novo! :D

      Beijos

      Eliminar
  12. Bem Suécia não conheço mas temos de admitir que o nosso Portugal tem muita coisinha boa e de louvar, como também tem os seus pontos fracos. Como todos os países :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quanto mais tempo vivo cá por fora, mais aprecio o nosso cantinho à beira-mar plantado... :) Beijinhos

      Eliminar
  13. Oi Joana!
    Feliz ano novo!!
    Vou pegar alguns pontos da sua lista e copiar, usar a mesmíssima coisa quando volto do Brasil. Adorei o ponto número 9! Achei as roupas em Portugal mesmo lindas e então chamei as futuras cunhadas para gente dar umas pernadas... adivinhe? Elas só queriam entrar na Zara e HM... eu mereço?
    Abraços!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria, pode usar a lista à vontade :)
      Ah, a questão das preferências deve ser algo cultural... Além de que os suecos não são propriamente conhecidos pelo seu espírito de aventura, especialmente no que respeita à moda! Mas dizendo a verdade, as Zaras em Portugal são maiores do que na Suécia e muitas das peças são mais baratas. Eu passo sempre por lá quando estou em casa. Abraços!

      Eliminar
  14. Adorei a lista. Acho que também vou começar a vir aqui :)

    dreamerthing.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  15. Que interessante a sua lista, Joana!
    Muito bem escrita, cheia do seu humor irreverente. Adoro!
    Quando os japoneses inventarem a cola para corações expatriados, me avise! Daí eu me mudo pra Alemanha de novo.
    Bjim
    Márcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu prometo avisar, Márcia! Serei a primeira a blogar sobre o tema! :D
      Beijos

      Eliminar
  16. Ai, Joana! Se comparo meu país com a Suécia, a única coisa que ganhamos é que tudo é mais barato! hahaha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aryadne e então o clima, a comida, as praias?... :)

      Eliminar
  17. Quando regressei a Portugal depois de 5 meses também notei essas diferenças, nomeadamente as escadas rolantes (aqui em Viena as pessoas ficam muito ofendidas se não nos encostarmos imediatamente para o lado direito), as lojas abertas até tarde e o frio... mas eu adoro :)

    ResponderEliminar
  18. Quando estou fora do país também concordo com várias dessas coisas que referes, mas tinha de comentar a referência à mensagem do primeiro ministro. Então na América que são muito menos religiosos que nós e juram solenemente dizer a verdade (blá blá blá) sobre a Bíblia? E os políticos também, por isso ainda me parece um contrassenso maior!

    Beijos

    ResponderEliminar