quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Caos (des)organizado

Fonte aqui

Nos próximos dias o blogue vai andar um pouco abandonado. Sim, o meu, porque os vossos eu continuo sempre a espreitar quanto sinto falta ou simplesmente quando quero relaxar. 

Tenho andado a mil à hora, e assim vou continuar durante uns dias. 


Cheguei a contar-vos que ando a estudar Samhällskunskap (tradução aproximada: Estudos Sociais)? Essa é uma disciplina da escola secundária Sueca e que me faz falta se quiser candidatar-me à universidade nesta terra - o que, mais tarde ou mais cedo, quero fazer. 


A matéria em si é bastante interessante - e muito semelhante ao I.D.E.S. que estudei na escola secundária em Portugal - mas como estou a estudar à distância tenho que escrever textos que nunca mais acabam, e obviamente sou 2365 mil vezes mais lenta que um(a) aluno(a) normal pois tenho a barreira linguística contra mim. 


Tradução: tenho que rever toda a santa palavrinha que escrevo, procurar no dicionário, conferir se a gramática bate certo... e ainda tentar escrever algo minimamente coerente. Tudo isto com prazos bem definidos.


Sempre gostei de escrever mas, pela primeira vez na minha vida, isso representa um desafio. Apesar de tudo, sei que consigo, apenas preciso de me dedicar à causa, mesmo que isso signifique pôr coisas mais divertidas de lado durante uns tempos. Como escrever no blogue. Ou ir à festa de Halloween de hoje (história verídica)...


Além disso, os meus pais vêm visitar-me (chegam já amanhã!), e tenciono passar tanto tempo com eles quanto possível. 


Até logo!


Beijinhos!

sábado, 27 de outubro de 2012

O noivado da princesa Madalena


A princesa Madeleine da Suécia e o seu noivo Americano Chris O'Neill fizeram recentemente um comunicado oficial no qual oficializaram o seu noivado. O vídeo tem sido bastante comentado pela visível rigidez do casal e, é claro, o tihi que a princesa faz no fim. 




O vídeo original...




A paródia. Tihi!

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Neve e perguntas existenciais


Amigos e amigas, aqui em Estocolmo já neva. Começou ontem, dia 25 de Outubro. Outubro está a negrito porque, sabem, é apenas Ou tu bro. E já neva. Neste momento estão 0 graus e eu começo a fazer as mesmas perguntas que faço todos os anos, quando o Inverno chega, sem excepção: como é que sobrevivi ao Inverno anterior? Como é que as minhas extremidades ainda estão intactas com tanto frio? Como é que, apesar de já ter caído 15898 vezes no gelo, ainda não parti nenhum dente osso? Por que é que ainda não se inventaram "luvas" para o nariz? 

Oremos.

domingo, 21 de outubro de 2012

Ganhei um prémio!

Ontem tive uma surpresa muito engraçada. A MJ do MJ with love mimou o Boneca de Neve com o prémio Liebster, destinado a blogues com menos de 200 seguidores, e desafiou-me a fazer uma lista de 11 coisas que me fazem terrivelmente feliz!



Não é fácil, MJ! No início, 11 coisas pareceram-me muitas, pois afinal não estamos a falar de um "sentir feliz" qualquer mas sim de um "sentir terrivelmente feliz". No entanto, à medida que comecei a fazer a minha lista, apercebi-me que tinha muito mais do que 11 coisas para enumerar... o que, diga-se de passagem, é terrivelmente bom. Gostei deste exercício de reflexão. Aqui vai a minha lista!



11 coisas que me fazem terrivelmente feliz!
[não estão por ordem de importância]

1. Cães felizes
Cães livres, com a língua de fora, em plena brincadeira. Haverá algo mais puro do que isso?


2. Sorriso de bebé
É preciso explicar?


3. Café com leite
Porque torna a vida melhor.


4. Bolachas com pepitas de chocolate
Juntamente com o #3, fazem de mim uma Joana muito satisfeita.

5. Matar saudades da minha família
É preciso explicar?

6. Andar de montanha-russa
Se ao menos eu conseguisse explicar porque é que gosto tanto de andar de montanha-russa!

7. O cheirinho dos livros
É suficiente para nos transportar a outros lugares, outras épocas...

8. Viajar
Pode ser para o outro lado do mundo ou simplesmente ir visitar a cidade vizinha. Completa-me.

9. As minhas sobrinhas
São saudáveis, lindas, inteligentes, engenhosas... e iluminam a família todos os dias.

10. Conversar com alguém que me conhece
Alguém que me conhece não como eu fui, não como eu quero ser... mas como eu sou. Isso tem preço?

11. Histórias com finais felizes
Devolvem-nos a crença no mundo e fazem-nos... terrivelmente felizes!

Aqui estão os meus blogues nomeados, por ordem alfabética:


O desafio é fazerem uma lista dos...
11 melhores momentos de sempre!

Boa sorte!

P.S.: A imagem não é da minha autoria.
P.S.2: O post ficou todo desformatado. Blogspot, estás aqui estás a ser trocado pelo Wordpress. Quem avisa, amigo é...

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Música Sueca


Eu adoro filmes e livros Suecos mas a música não me encanta - acho que os Roxette me deram trauma de infância - mas de vez em quando lá aparece algum artista ou banda que me convence. Ultimamente a minha banda sonora do trabalho tem sido composta, em parte, pela Miss Li. Gosto especialmente do seu álbum mais recente, Tangerine Dream. Deixo-vos uma das minhas músicas preferidas deste álbum. Está em Inglês, enjoy!



E vocês, que música andam a ouvir neste momento?

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

7 da manhã

Fonte aqui

Todas as manhãs, quando vou a caminho da estação para apanhar o comboio para Estocolmo, vejo o mesmo casal. Ambos estão na casa dos 50 anos. A mulher apanha o mesmo comboio que eu todos os dias. O homem... vai apenas acompanhá-la à estação. Às 7 da manhã, minha gente. E, ao despedir-se da sua amada, dá-lhe um abraço bem apertado, um sorriso de orelha a orelha e um beijo de Hollywood. Como não ficar quentinha por dentro, mesmo apesar do frio que faz a essa hora?

Para mais gestos românticos de vikings, ver este post e dizer em coro "Os vikings são tão fofinhos!"



terça-feira, 9 de outubro de 2012

Tipicamente Sueco


Nós, blogueiras "importadas" (e todos os importados em geral), temos um olho clínico para as peculiaridades da Suécia. Afinal, a grande maioria das coisas e das experiências são novas e, por isso, o nosso sentido crítico está em alerta. O que é bom. Mas já me aconteceu falar sobre a Suécia com Suecos e fazer observações que os surpreendem imenso, apesar de os factos em questão serem em algo óbvio para mim e para qualquer outro(a) imigrante com dois olhos e dois ouvidos. 

Como, por exemplo, o facto de este povo falar com a voz muito "aguçada", acentuando exageradamente certas sílabas. ELES faaaaLAM assIIIM. E também é preciso ter cuidado com as palavras que se acentuam numa frase. A pergunta "Tu vais ao cinema na sexta-feira?" pode ter três "sentidos" ou intenções, dependendo da palavra que se acentua:

a) TUUU vais ao cinema na sexta-feira? (Sentido: és tu que vais ao cinema?)
b) Tu vais ao CINEEEMA na sexta-feira? (Sentido: é ao cinema que vais?)
c) Tu vais ao cinema na SEEEXTA-FEIRA? (Sentido: é na sexta-feira que vais ao cinema?)

Nota: Não acentuar nenhuma palavra NÃO é boa ideia. Eu tenho tendência a falar com a "entoação Portuguesa", o que resulta em algo assim: "tuvaisaocinemanasextafeira? (mas em Sueco) e isso resulta sempre (sempre!) em confusão. Não é por falar rápido. Não é por falar mal. É por não entoar de forma Sueca. E a minha professora do SFI já dizia que o mais importante não é estudar gramática nem falar correctamente, é mesmo entoar as palavras "à maneira Sueca". 

De qualquer forma, é difícil encontrar um Sueco que esteja consciente das peculiaridades do seu país. E é por isso que o momento em que encontrei este blog foi algo histórico para mim. Amigas, o Typiskt Svensk é um blog sobre a Suécia, mas escrito por uma Sueca. Lá podem encontrar um monte de curiosidades sobre o país através dos olhos de uma nativa. 

Neste post a autora fala sobre a questão da entoação das palavras. Senti-me muito realizada quando o li. Eu sabia que, no fundo, no fundo, é imPOssíVEL que os Suecos não tenham noção da FORma coMO FAlaaaam.

Amei!

domingo, 7 de outubro de 2012

O laço rosa


Outubro é o mês de prevenção e de sensibilização sobre o cancro da mama e uma das iniciativas mais populares aqui na Suécia é a venda do rosabandet, o laço rosa, que todos os anos tem um design diferente. É quase impossível fugir-lhe. Ele está em muitas lojas e supermercados (mesmo à beirinha da caixa) e quando chega o momento de pagar as nossas compras, os vendedores costumam perguntar se queremos levar também um laço. Eu já comprei o meu, apesar de já ter uma senhora colecção, digna de museu. Desta vez, coloquei-o numa caixinha que tenho no trabalho, que podem ver na foto.

Olá, eu sou o laço fofinho contra o cancro!

A venda anual do laço é organizada pelo Cancerfonden, o primo Sueco da Liga Portuguesa contra o Cancro.


O mais engraçado é que há mais formas simples e práticas de contribuir. Todos os anos há empresas que colaboram com o Cancerfonden e, na venda de produtos selecionados, enviam X coroas para a associação. A grande maioria dos produtos selecionados podem ser distinguidos pela sua embalagem cor-de-rosa, mas podem ver a lista exacta aqui. Há de tudo: cereais, batôm de cieiro, chá, alface, sabonete líquido... Coisas que provavelmente compraríamos na mesma, mas agora com um benefício extra.

As causas relacionadas com a luta contra o cancro - qualquer tipo de cancro - dizem-me imenso a nível pessoal, pois infelizmente esta doença estúpida já tentou roubar vários membros da minha família. Em 2007 conseguiu levar o meu tio mais velho...

Comprar um laço por 25 sek (o preço de um café) ou um creme de mãos cor-de-rosa não vai fazer com que o cancro da mama desapareça mas eu gosto de pensar que, se todos fizermos algo (mesmo que seja um gesto pequenino), isso não deixa de ser muito, muito mais do que não fazer nada.

E desse lado, já contribuíram ou pensam em contribuir para esta causa?