sábado, 21 de setembro de 2013

E então Joana, o que é que fazes naquelas manhãs em que acordas e não sentes que foste atropelada por dez camiões durante a noite?


Faço o meu café com leite, pego nas minhas sapatilhas e vou caminhar pela minha mini cidade.
Sou só eu e ela.







É o melhor anti-depressivo do mundo, a seguir aos abraços das minhas sobrinhas e a mimos caninos.



quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Uma novidade histórica


Sou altamente viciada em música e não passo um único dia sem ouvi-la. Gosto de tudo um pouco e nos últimos anos os meus gostos têm ficado cada vez mais eclécticos. No entanto, como já comentei por aqui, não gosto muito da música sueca.  Adoro filmes e livros suecos mas a música simplesmente não me cativa. Acho que isso se deve ao facto de a música produzida na Suécia ter tendência para ser ou extremamente comercial ou extremamente "pesada". Segundo as minhas observações esses são os estilos mais apreciados por este povo. Mas há uns tempos comecei a ouvir Tove Styrke e agora tenho as músicas dela em modo repetição eterna. Eu sabia que mais tarde ou mais cedo havia de encontrar algo para mim.

Close Enough

Beating on a better drum

Bad time for a good time

Stalker in your speaker


domingo, 15 de setembro de 2013

Setembro


Sempre gostei de setembro. É um mês que já em criança associava a novos projectos. Nesses tempos, o maior projecto novo concebível era o regresso às aulas e todo o ritual que o precedia: ir ao Continente comprar materiais escolares; ir à papelaria com o meu pai buscar os livros para o novo ano lectivo (chegar a casa... ir a correr abri-los... inspirar aquele cheirinho especial que apenas os livros têm...) e, com um pouco de sorte, comprar alguma roupa nova para estrear quando o frio do outono nos viesse visitar. Mais tarde, na adolescência, setembro passou a ser um mês ainda mais simbólico. Com a revista Bravo na mão, eu sonhava com os amigos novos que ia fazer; com o momento em que ia ser mais auto-confiante; com o novo estilo que eu iria adoptar; com as boas notas que eu ia tirar; com o amor da minha vida, que eu iria obviamente conhecer nesse ano lectivo.

Hoje sei  que, para fazermos as mudanças desejadas, não basta sonhar, mas confesso que ainda me inspiro em revistas, em blogues, em livros, em catálogos de moda, enfim, eu ainda sonho com tudo aquilo que setembro (e janeiro, e todos os novos começos) promete. Este ano, houve dois posts em particular que me inspiraram. Este da Monique e este da Maria. Um porque me relembrou daquilo que podemos conseguir quando lutamos e o outro porque me convidou a reflectir num assunto que me diz muito.

De resto, este setembro é mês de...

☑ Aproveitar ao máximo os últimos raios de sol
☑ Celebrar, apesar da distância, os aniversários da minha irmã do meio e da minha querida avozinha ♥ 
☑ Ir ao museu Tom Tits em Södertälje com os amigos (altamente recomendado)
☑ Retomar as muito salutares conversas com a minha mãe no Skype
Voltar ao ginásio e descobrir a magia das aulas de grupo
☑ Descobrir novos blogues
☑ Cortar o cabelo
☑ Retomar a amizade com a minha amantíssima almofada de trigo
☑ Ignorar a voz da razão e comprar novos vernizes apesar da minha já conhecida falta de coordenação
☑ Fazer um spamzinho de links aqui no blog!


post signature

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Sei que o mundo odeia a segunda-feira, mas...


deixem-me falar de felicidade. Que para mim é acordar, ver o sol lá fora, abrir todas as janelas, deixar o ar fresco da manhã e o canto dos pássaros atravessar a casa de uma ponta à outra e beber um galão preparado com os saquinhos da Nescafé que os meus pais me enviaram. Obrigada mãe, obrigada pai. Os vossos miminhos são um verdadeiro antídoto para a melancolia desta vossa emigrante.


Melhor do que receber pedacinhos de Portugal pelo correio, só mesmo bebê-los, de preferência na minha querida caneca Rörstrand, colecção Pergola. Uma mistura de simplicidade escandinava e de azul mediterrânico pela qual me apaixonei e que pouco a pouco vou coleccionando. (Um dia hei-de ter os artigos todos e fazer um grande jantar...)

Boa semana!

post signature




sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Entretanto num supermercado algures na Suécia...


o chocolate Marabou (o amarelinho da foto), sempre solidário, está com as mulheres quando elas mais necessitam dele.

Foto encontrada no Facebook, originalmente publicada pelo amigo de um amigo da mãe do primo de um amigo de uma amiga

post signature

terça-feira, 3 de setembro de 2013

O melhor da Suécia #5 - Princesa Vitória e a comunidade gay


Apesar dos meus queixumes e ironias, a verdade é que precisaria de ser completamente cega (ou atrasada) para não apreciar as qualidades da Suécia, entre as quais a sua atitude tolerante e liberal. E aqui até a monarquia, por regra conservadora e inflexível, reflecte esses valores. Isto que vos trago é uma "novidade" com alguns meses e que ficou perdida no meio dos meus infinitos rascunhos mas que hoje vai finalmente sair do armário! É nada mais nada menos que a princesa Vitória, herdeira do trono, a entregar o prémio de homossexual / bissexual / transsexual do ano numa gala LGBT. Um gesto simples mas cheio de simbolismo para uma comunidade que apesar de todos os seus progressos ainda está habituada a ser marginalizada pela sociedade.

Estou legendado em inglês!