sábado, 22 de fevereiro de 2014

Passear para esquecer


Hoje tive o dia inteiro para mim mesma. O curso começou apenas há um mês mas já não me lembrava da sensação de acordar e não ter nenhuma obrigação chata para cumprir. Resolvi fazer a caminhada de dez minutos até à cidade e tirar proveito das ofertas que me têm enviado para casa antes que expirem. Aqui na Suécia as empresas enviam ofertas de boas-vindas a quem acaba de mudar de cidade, e algumas delas são bastante interessantes. Aqui contei-vos que a manicure custa à volta dos 40 dinheiros. O que não vos contei é que uma ida ao cabeleireiro, apenas para cortar as pontas, não lhe fica atrás. Nas minhas pesquisas, cheguei à conclusão que o corte mais caro pode rondar 65 dinheiros e o mais barato, 20 dinheiros. E atenção que o corte "low cost" não inclui lavagem do cabelo, aliás, a lavagem não é uma parte óbvia da ida ao cabeleireiro no reino da Suécia. Em muitos sítios as cabeleireiras simplesmente borrifam alguma água no cabelo (têm uma garrafinha-spray) e voilá, o cabelo está pronto para o corte. 

De qualquer forma, ia contar-vos que hoje usei uma oferta-desconto de 11€ no corte de cabelo e até tive direito a que me lavassem o cabelo (muito rapidamente mas pronto, houve água e champô). Também tive direito a que usassem o alisador no meu cabelo ainda húmido (drama, horror!) e só com a ajuda de muito auto-controlo fechei a boca enquanto observava o meu querido cabelo a ser literalmente frito. No final paguei 34€, desconto incluído e boca ainda fechada, e resolvi ir passear para esquecer. Ainda pensei em ir às compras para esquecer, mas passear fica mais barato. Além disso, o sol achou por bem aparecer e consolar-me a mim, ao meu cabelo e à minha carteira. Tudo está bem.





23 comentários:

  1. Adorei conhecer Örebro no verão passado e me encantei com a cidade. Cheguei até a fazer um post no blog também rs. Mas acho que não conseguiria me adaptar por aí, pois a cidade é bem pequena. A propósito, você já se acostumou?
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Vânia! A resposta vai tardíssimo mas sim, estou bem em Örebro. É uma cidade pequena mas ainda assim é o dobro do tamanho de Nyköping e tem mais coisas para fazer por isso estou satisfeita :) Beijos

      Eliminar
  2. Ups! Há umas placas novas que já são próprias para usar em cabelo húmido. Mas se o sentiste a fritar não deve ter sido muito bom não. E o corte ao menos ficou bem? Cabeleireiros é muito complicado, ainda para mais quando estamos numa cidade nova e sem referências. Já passei por isso e... medo!

    12 LOVE

    ResponderEliminar
  3. Quando vivi em Londres também precisei de cortar as pontas e sabes o que fiz? Estava a passar por um cabeleireiro perto de minha casa e dizia lá "Need models" e eu entrei e perguntei o que queriam elas. Basicamente queria "cobaias" para uma rapariga que estava a aprender e que não tínhamos que pagar o preço original podendo apenas deixar uma pequena gorjeta. Marquei o dia, cheguei lá, ela lavou a cabeça e cortou as pontas. No final eu disse que me tinha esquecido de trazer o dinheiro mas que ia ao multibanco buscar mas nunca lá mais apareci ahaah xD

    ResponderEliminar
  4. Bem isso é uma experiência um bocado para o traumatizante xD Eu sei que já há placas para cabelo húmido, mas mesmo assim, acho que não ia na cantiga.

    ResponderEliminar
  5. Jô, que fotos lindas. Está gostando da nova cidade?
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paula, a Vânia fez a mesma pergunta e demorei um tempão a responder a ambas, peço desculpa! Estou a gostar da nova cidade, não é demasiado grande nem demasiado pequena... mas ainda estou no processo de adaptação. Beijos

      Eliminar
  6. Hoje também andei a passear por Aveiro. Soube-me muito bem.

    A cidade parece muito bonita. espero que te acolha bem

    ResponderEliminar
  7. Sabe bem ter dias só para nós. As fotos estão lindas, adorei!

    ResponderEliminar
  8. Ui, imagino a neura... Nada como um arzinho fresco na cara para passar :)

    ResponderEliminar
  9. Nossa..que lugar maravilhoso hein Joana? Benza Deus...
    Hahaha...adorei a parte do cabelo frito..Meu Deus...ninguém merece ver isso acontecer...estranho eles fazerem isso,né?
    Bjks.

    ResponderEliminar
  10. Cabelo frito parece apetitoso ;)
    Beijinhos e aproveita!

    ResponderEliminar
  11. Oi Joana,
    Pelo pouco que vi de sua nova cidade, parece bem bonita! Imponentes estas construções!
    Quanto ao corte de cabelo, que horror amiga, sinto que tenham fritado suas madeixas... Pelo menos você já marcou o estabelecimento na lista negra não volta mais a ele. Só vivendo e experimentando mesmo pra gente se acertar!
    Beijo
    Márcia

    ResponderEliminar
  12. Já acostumei com o calor do Brasil que me arrepiou a espinha só de ver o frio rs

    Kisu!

    ResponderEliminar
  13. Örebro é linda, não? Pequenina, mas charmosa.
    Também me espantei com os precos do salão aqui e essa coisa de sair com o cabelo sem ser lavado. Achei esquisitissimo, mas é moda mesmo. Já fazem meses que as minhas madeixas não veem uma tesoura pq ando poupando minha carteira.

    ResponderEliminar
  14. Adorei a descrição dos cabeleireiros...e tantos dinheiros!!!! De qualquer modo, os passeios por aí devem valer muito a pena. Boa semana!!

    ResponderEliminar
  15. Que lugar lindo pra passear e esquecer dos problemas com o cabeleireiro, isso eu acho que nao importa no mundo onde voce esta, e dificil achar um que agrade.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Ui, acho que não conseguia assistir inerte a alguém a espetar-me a prancha no cabelo húmido.

    ResponderEliminar