segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Emigrar compensa financeiramente?


Premissa #1: no estrangeiro ganha-se melhor e até como estudante (no meu caso) se tem direito a apoios financeiros inexistentes em Portugal.

Premissa #2: o meu vôo para ir a Portugal no Natal, marcado há uma semana, custou 500 euros. 500 dinheiros, gente!

Conclusão: às vezes não sei.


20 comentários:

  1. Já é tudo muito relativo. Lá fora podem ganhar mais mas o custo de vida tbm é mais caro. Pelo menos assim tenho ouvido dizer.

    ResponderEliminar
  2. Compensará sempre pela experiência de vida. :)

    ResponderEliminar
  3. Depende muito. Vejo pessoal que quer ir para Londres porque o ordenado é de não-sei-quantos-mil mas...e os rins que é preciso vender para ter uma casa? (e só temos 2, o que é chato) É preciso ver com muita atenção os custos e não olhar só para o ordenado.

    PS- Nem me fales de bilhetes para o Natal... é uma deprimência completa.

    ResponderEliminar
  4. Depende do país, de quais os rendimentos que consegues, etc...

    ResponderEliminar
  5. Também acho que depende de muita coisa. Mas se estiverem em Portugal e não tiverem trabalho e no estrangeiro sim, já compensa. :)

    ResponderEliminar
  6. Joana, falta muito pouco para o Natal. Os bilhetes comprados com tão pouca antecedência são caros. E mais caro que o Natal ainda é a Páscoa! ;)

    ResponderEliminar
  7. Cada situação erá diferente...conheço casos em que não houve mesmo alternativa senão partir e aí terá compensado!
    Passei por acaso, mas gostei do que vi e já marquei lugar para voltar !
    Um ótimo dia!
    Maria

    ResponderEliminar
  8. Emigrar tem pontos positivos e negativos, pagar os voos é a parte negativa.

    (www.heidiland.blogs.sapo.pt)

    ResponderEliminar
  9. Nem tudo é um mar de rosas.


    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  10. Nem tudo é um mar de rosas.


    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Pois... Às vezes também não sei...

    ResponderEliminar
  12. Comparando:
    Sair do Brasil para exercer a mesma profissão na Alemanha (engenheira) compensa: vc ganha menos na terra da batata mas com menos se vive melhor que no Brasil (e consigo economizar mais... mesmo a passagem anual custando de 800 - 1200 euros dependendo da época)...

    Não pense só no custo, e sim no custo-benefício geral ;)

    ResponderEliminar
  13. Depende da situação, do emprego para o qual se vai, da casa que se quer alugar. O que as pessoas acham é que enriquecem só porque estão no estrangeiro. Não é bem assim. Há que saber para o que se vem.

    ResponderEliminar
  14. Se se comprar com mais antecedência, não sai um pouco mais barato? Estou a falar de cor, porque viajo pouquíssimo de avião. Imagino que Portugal também seja um destino pouco procurado pelos suecos, o que se traduz em voos mais escassos e mais dispendiosos, não sei...

    Mas acho que acaba por compensar. Pelo que tenho lido no blog, tens tido uma trajetória de crescimento muito rica, que seria difícil em Portugal. Temos tão poucos apoios... valha-nos a família.

    Beijos, Teresa

    ResponderEliminar
  15. Eu sei: Compensa!

    Mais ainda se fores estudante ou tiveres idade de estudante.
    Daria muito para ter uma boa oportunidade como essa.
    Neste momento seria até vital para a minha sobrevivência.

    Se é apenas para sobreviver, é preferível que isso aconteça no estrangeiro, onde a revolta por estar no meu próprio país não atua e não corro o risco de me tornar uma pessoa amarga.

    ResponderEliminar
  16. Cá para mim compensa, acho que nunca na vida iria conseguir ter em Portugal a vida que tenho aqui e não ganho nenhum balúrdio (ahh pois, trabalho para o estado português, é preciso que se diga!), mas a qualidade de vida é superior e muito, embora a Suíça seja um país caríssimo para se viver!
    Quanto às viagens para Portugal no Natal é uma das coisas de que abdicamos exatamente por causa dos preços absurdamente proibitivos!

    Beijos, beijos*

    ResponderEliminar