segunda-feira, 16 de maio de 2016

Coisas que mudaram depois de vir para a Suécia #1


A tolerância ao açúcar. Nós em Portugal não nos apercebemos bem mas a verdade é que exageramos muito no açúcar. Por exemplo, começamos o dia com cereais, bolachas, croissants, leite de chocolate, café com açúcar etc.

Por cá, comer açúcar ao pequeno-almoço é tabu. O pequeno-almoço típico Sueco é iogurte natural (sem açúcar) e fatias de pão integral (do escuro mesmo) com manteiga, queijo e rodelas de pepino, tomate ou pimento... ou tudo junto.

Os miúdos têm um dia da semana específico no qual estão autorizados a comer gomas e afins. É ao Sábado e a tradição tem um nome: "lördagsgodis". Lördag = Sábado. Godis = doces do género gomas. Ao Sábado as famílias vão ao supermercado encher saquinhos com gomas.

Ninguém põe açúcar no café. Eu deixei de pôr simplesmente porque me dava um bocado de vergonha ser a única a fazê-lo e porque fiquei sem paciência para ouvir comentários ("açúcar no café? A sério?!") e no início custou mas agora já não me sabe bem o sabor do açúcar no café. Nota: quando vou a Portugal ainda ponho açúcar no café. Acho o nosso café demasiado para ser bebido sem açúcar.

Até os bolos deles levam muito menos açúcar do que os nossos.

E nem o raio das maçãs estão a salvo. Tenho um colega que está a fazer dieta e come uma maçã ao lanche todos os dias. E o outro vira-se para ele e diz "Mas então estás a fazer dieta e comes maçãs todos os dias?! Não sabes que têm muito açúcar?!". Sem uma ponta de ironia.

Digamos que após 7 anos neste país tenho menos tolerância ao açúcar do que tinha dantes. É claro que ainda como doces, especialmente logo depois do almoço, mas hoje sou menina para dizer coisas malucas como  "isto é demasiado doce", algo que seria impensável antes de viver neste país.

27 comentários:

  1. Muito interessante este teu post. Também não ponho açúcar no café (não gosto). Mas já vi que tenho de ter cuidado com as maçãs...:-) O meu pequeno-almoço desde Setembro para cá é mais ou menos como descreves (ordens do nutricionista): copo de água morna com gotas de limão, iogurte sem gordura, kiwi, laranja ou morangos, uma Wasa com queijo magro e chá. Já voltei a comer doces (sou "louca" por tarte de maçã, tiramisú e os bolos da Chocolate Company, mas divido sempre a fatia do que escolher com o meu marido e só peco de vez em quando). Sou perdida por bons gelados também, mas tenho atenção onde os compro ( gosto de sentir o sabor da fruta). No mais, se sinto muito açúcar, já não consigo também.

    ResponderEliminar
  2. Eu devo ter um gene sueco então ahaha basicamente não consumo açúcar!
    beijinhos
    https://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Os franceses são mais como nós, se não forem piores =p não se privam de comer nada e as pessoas acham estranho quando eu o faço!

    ResponderEliminar
  4. Olá Joana,
    Nós brasileiros compartilhamos da orgia doce que acomete os portugueses. Colônia antiga, produzia açúcar com tanta fartura que na mesa da população, ela não podia faltar.
    Certa você, no viés da saúde, se acostumar com menos e menos açúcar. Quando vou a Europa, noto o quanto os doces daí são menos açucarados que os nossos. Há mais equilíbrio nos sabores.
    Bjo
    Márcia

    ResponderEliminar
  5. Um conceito engraçado por acaso... o mesmo com a nossa tradição de comer batatas e arroz com a carne ou whatever prato tiveres à frente. Os ingleses ficam escandalizados lol

    ResponderEliminar
  6. E quem diz doce diz também salgado. Foi um dos principais elementos de Portugal que mais impacto criou em mim. E dantes quando o meu pai dizia "falta sal aqui" eu concordava a 100%, hoje sou da opinião que não comíamos refeições, comíamos SAL! Isso sim. Quanto ao açúcar, aqui não é tão evitado quanto isso, mas achei engraçado terem um dia dedicado especialmente para as gomas :) Engraçado.

    ResponderEliminar
  7. Também gosto muito disso na Suécia, principalmente a quantidade reduzida de açúcar em coisas que não é suposto serem doces tipo molhos e manteiga de amendoim.

    ResponderEliminar
  8. Registado. Quando vieres, nem bolo caiado, nem ovos moles, nem tripas....☺

    ResponderEliminar
  9. E assim é que está bem :) Eu não ponho açúcar no café nem no leite ou chá mas depois como carradas de coisas doces.. Um contracenso eu sei :))

    ResponderEliminar
  10. Meu paladar mudou brutamente. Assim como você quando volto ao Brasil acho tudo demasiadamente doce. E tenho um cuidado extremo para que meus filhos tenham o mínimo de acucar possível no dia-a-dia. Grata por ter aprendido a viver sem essa droga na minha vida, pq o acucar é mesmo viciante, como uma droga.

    ResponderEliminar
  11. Essa sande tem óptimo aspecto. Eu só lhe tirava o pepino, porque não faço a digestão dele. Bjs

    ResponderEliminar
  12. Maçã tem de facto açúcar mas muito mais saudável do que comer pão, bolachas mesmo que integrais e afins... Mas não a deverias comer sozinha, deves acompanhar de uma fonte de fibra e gorduras saudáveis como um punhado de nozes/amendoas (5-10)

    ResponderEliminar
  13. Muito interessante este teu post. De facto os hábitos alimentares são algo muito cultural e nós em Portugal temos uma gastronomia que não ajuda nada. Eu adoro pão de cereais mas os que se vendem cá em Portugal são maioritariamente daqueles congelados e que acabam por ter açúcar adicionado. De português mesmo, integral, só temos praticamente o pão rolão. E quando viajo apercebo-me na quantidade de qualidades de pão com sementes e de aspeto e sabor super interessante que existem.

    ResponderEliminar
  14. Parece-me que têm uma abordagem muito mais saudável que a tipicamente portuguesa, mas fiquei triste com a parte da maçã, uma vez que os açúcares da fruta nada têm que ver com os açúcares processados. Não sei o que me diriam a mim, que só ao pequeno almoço como 600 calorias em fruta :P

    ResponderEliminar
  15. Bem, eu acabei de comer uma fatia de cheesecake de sobremesa...
    Ao pequeno-almoço como um pão semelhante a esse, menos no formato, ou de centeio, com margarina e tomo café com leite de amêndoa sem açúcar. Não estarei totalmente mal para a Suécia?
    Desabituei-me com uma amiga a colocar açúcar no café e no chá, e já não o faço há uns bons anos. Agora até me mete impressão adicionar-lhes açúcar! A forma como conseguimos adquirir novos hábitos enche-me de esperança ;)
    Bjsss

    ResponderEliminar
  16. Não tinha ideia que era assim. Mas infelizmente é verdade, ingerimos muito açúcar muitas vezes sem dar conta... Nisso temos que melhorar um bocadinho.

    Gostei do post :) achei interessante

    ResponderEliminar
  17. Não tinha ideia que era assim. Mas infelizmente é verdade, ingerimos muito açúcar muitas vezes sem dar conta... Nisso temos que melhorar um bocadinho.

    Gostei do post :) achei interessante

    ResponderEliminar
  18. Acho que Suécia só mesmo a passeio, rs rs. AMO doces!!!
    Mas é claro que o ser humano se adapta a qualquer ambiente, e certamente depois de algum tempo também me acostumaria a coisas menos doces.... Mas por enquanto vou ficando por aqui mesmo, no Brasil, onde nunca me escapa uma sobremesa!

    Um bom fim de semana!

    Bia
    www.biaviagemambiental.blogspot.com

    ResponderEliminar
  19. Os suecos é que a sabem toda :) o açúcar é um veneno e coitadas das nossas crianças que são bombardeadas todos os dias com açúcar, que só lhes faz mal.
    Eu também sou apologista da diminuição de açúcar na nossa alimentação, embora não consiga resistir a um pouquinho de açúcar no café da manhã... Mas fora isso, passo dias sem meter um doce na boca (excepto fruta, claro).
    Quanto ao teu pequeno-almoço preferido, facilmente se tornaria o meu também :) Parece-me uma boa combinação.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Belgas de chocolate ao pequeno almoço? :O acho que isso nunca foi um pequeno almoço típico português... Tenho bastante cuidado com o açucar, e hoje em dia percebo que os meus pais tiveram um papel muito importante nesta questão: doces era só ao fim de semana, não havia bolachas ou sumos (só em dias de festa), bebiamos leite simples... Hoje em diz é tudo mais fácil com estas bases :D

    ResponderEliminar
  21. Realmente nós portugueses usamos em demasiado o açúcar mas é em comparação com outras culturas que tomamos noção, temos mesmo que mudar os hábitos mas custa tanto...

    ResponderEliminar
  22. Acho que era isso que estávamos a precisar todos, um desintoxicação de açúcar!

    (Pepino e tomate ao pequeno almoço não era capaz!!)

    ResponderEliminar
  23. Eu percebo bem o que dizes mas eu vim para um pais onde gordura e acucar fazem parte de todos os dias da semana. Eles comem muito mal por aqui...
    Diz la que uns ovinhos moles (nao sei se gostas:P) 'e doce demais. Eu nao custamava comer isto mais do que uma vez por ano, mas agora sinto saudades :P

    ResponderEliminar
  24. De facto os portugueses consomem muito açúcar, o que é péssimo. São hábitos tão enraizados que nem nos apercebemos. Há coisas que devíamos aprender com os outros povos.

    ResponderEliminar
  25. Não conhecia esses costumes, mas achei uma ideia muito boa.
    Já vão alguns anos em que comecei a deixar o açúcar em algumas coisas.

    ResponderEliminar
  26. Não conhecia esses costumes, mas achei uma ideia muito boa.
    Já vão alguns anos em que comecei a deixar o açúcar em algumas coisas.

    ResponderEliminar