quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Está um belo dia de Outono



Andam vocês na praia a comer bolas de Berlim e aos salpicos no mar, e eu aqui de casaquinho (ah, e a chocar uma constipação).

14 graus, gente, 14 graus. Diz que mais tarde pode chegar aos 17. Oremos.




segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Lanche de fim-de-semana: panquecas americanas (com receita)




Esta foto das minhas panquecas americanas teve mais likes no Instagram do que qualquer uma das selfies e estou a tentar não levar as coisas a peito. Deve simplesmente ser um sinal de que preciso de partilhar a receita com o mundo. Ficaram leves, fofinhas e muito saborosas, e o melhor de tudo é que são muito fáceis e rápidas de fazer para o lanche. Acompanhámos com kiwi aos pedacinhos e compota de morango, mas na Suécia a combinação mais comum é natas batidas e compota de morango. Uma combinação muito boa é também canela e açúcar.

Receita
- 2 1/2 dl. farinha de trigo
- 2 colheres de chá de fermento em pó
- 2 colheres de sopa de açúcar
- 1 pitada de sal
- 2 1/2 dl. de leite
- 2 colheres de sopa de manteiga derretida
- 1 ovo
- Manteiga para fritar
- Açúcar em pó para polvilhar

1. Misturar a farinha, o fermento, o açúcar e o sal num recipiente.
2. Juntar o leite, seguido da manteiga e por fim do ovo, à mistura anterior e bater até obter uma mistura homogénea.
3. Numa frigideira, derreter um pouco de manteiga. Juntar cerca de uma colher de sopa de massa por panqueca.
4. Fritar a massa durante cerca de 1 minuto (até surgirem pequenas "bolhas"), virar e fritar durante mais 1 minuto.
5. Deixar arrefecer um pouco e polvilhar com açúcar em pó.

Voilá!

Receita daqui. Se no início me fazia confusão cozinhar "em decilitros" em vez de gramas (os suecos cozinham quase exclusivamente "em decilitros"), a confusão passou-me quando me apercebi que é muito mais fácil medir os ingredientes "em decilitros". O Ikea vende medidas em plástico que dão imenso jeito.

E é tudo. Agora vou aí pesquisar operações plásticas para ficar mais bonita que as minhas panquecas, e já volto.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Querido, transformei o nosso escadote do Ikea


Nós tínhamos um escadote antigo do Ikea que sobreviveu a muitas coisas, inclusive obras em casa que o deixaram com esta aparência.


Estava na hora de decidir o que fazer com ele... 
Resolvi renová-lo para usar como "móvel" para os nossos vasos de flores da marquise e ficou assim: 


Precisei de
- Solução para remover restos de tinta (das obras)
- 1 esponja para aplicar a solução
-1 lixa
- Tinta branca e azul-turquesa (ambas específicas para móveis/madeira)
- 1 pincel 

Passo-a-passo
1. Limpar com solução de remover tinta (passo apenas necessário caso se trate de um móvel sujo com restos de tinta como o nosso);
2. Passar levemente com a lixa e remover o pó;
3. Pintar, deixar secar durante um par de horas (ou de acordo com as instruções da tinta);
4. Aplicar uma segunda camada. Deixar secar.

Eu já estava satisfeita com a alteração mas como o escadote vai "viver" apenas na marquise resolvi divertir-me um bocado e aplicar estas rosinhas que encontrei na Panduro, uma loja de artes manuais que há em todo o lado na Suécia. 


Resultado final