sexta-feira, 28 de abril de 2017

Sabes que estás na Suécia há demasiado tempo quando




Já não reages às palavras "full fart" (em Sueco: "a toda a velocidade").

Também já não reages à palavra "slut" (final, fim).

Nem à palavra "bra" (bom, bem).

Nem à palavra "kock" (cozinheiro/a).

Nem à palavra "fack" (significa bolso mas também sindicato).

Nem ao nome "Jerker" (mas continuas incrédula por haver quem dê esse nome ao filho, no mundo globalizado em que temos, em que tudo se faz "em Inglês").

Nem ao nome "Fanny" (idem).

Nem ao nome "Björn" (nome masculino, traduz-se "urso").

Nem ao nome "Sten" (nome masculino, traduz-se "pedra").

Nem ao nome "Love" (nome masculino, pronuncia-se mais ou menos "Luvéh").


7 comentários:

  1. Eu ainda não tenho maturidade para o farht daqui hahaha...

    ResponderEliminar
  2. Realmente, é sinal de já se estar mesmo muito habituado a não reação às palavras a que se reagia antes. Mas achei curioso ver as traduções, não sabia nenhuma. :)

    ResponderEliminar
  3. Em alemão também existem algumas palavras que se tornam "cómicas" para nós.
    Por exemplo:
    Kuh = vaca
    Dick = grosso

    Mas, com o tempo, torna-se algo normalíssimo :)

    ResponderEliminar
  4. Ahahah, ainda não estou cá há tempo suficiente porque ainda me rio de algumas. O meu chefe chama-se Jerker, mas essa passou-me ao terceiro email.

    ResponderEliminar