terça-feira, 2 de maio de 2017

Planear a mudança - 1 mês antes


Já por aqui comentei que termino a minha licenciatura em breve, o que significa que me vou mudar a tempo inteiro para Estocolmo, depois de anos de viagens constantes. Todas rejubilam! Desta vez resolvi começar a organizar a mudança com alguma antecedência (um mês e meio) e aproveitar a ocasião para destralhar e reorganizar as minhas coisas, em vez que simplesmente empacotar tudo. Dá trabalho mas vale a pena e, no meu caso, fez-me levar a mão à consciência e avaliar o meu tipo de consumo (assunto para outro post). 


Aqui está uma lista de coisas que já estão tratadas, a um mês da mudança.

- O transporte já está reservado.

- Já comprei todos os materiais que preciso para a mudança - caixas, canetas especiais para "etiquetar" as caixas, sacos grandes (para as roupas), todos os tipos possíveis e imagináveis de produtos de limpeza, papel para embalar as coisas frágeis.

- Fiz um inventário de tudo aquilo que quero levar comigo e de tudo aquilo que vai para as amigas, para caridade ou simplesmente para o lixo.

- Já comecei a "fazer a partilha" das coisas que não quero levar comigo ou que simplesmente não uso. Há uns dias esteve uma amiga cá em casa para fazer um "raid" aos meus pertences. Foi embora com vários sacos de roupa, inclusive uns 5 ou 6 pares de jeans que eu já não usava! Também levou maquilhagem, cremes, livros, alguns utensílios de cozinha, um tapete, entre outras coisas. Ela fez aquisições novas e eu poupei tempo, energia e paciência por não ter de empacotar e carregar coisas que não quero usar. E há mais alguns objectos que estão destinados a outras pessoas.

- O que não vai para as amigas, vai para caridade, o que na Suécia significa lojas de segunda-mão, pelos vistos. Até a igreja, que contactei, me aconselhou a contactar uma loja de segunda-mão. Sendo assim, já contactei as lojas de segunda-mão aqui da área e averiguei se podem vir buscar os móveis que não vou levar comigo. 

Lojas de segunda-mão mais comuns na Suécia: Röda Korset (Cruz Vermelha), Myrorna, Erikshjälpen, Stadsmissionen (tem parceria com a igreja).

- As roupas que não vão para as amigas nem para caridade, são recicladas. Tenho levado as minhas roupas para a H & M, que (pelo menos cá na Suécia) oferece um vale de desconto de 50 coroas (cerca de 5 euros) por cada saco entregue. 

- Já procurei a morada do centro de reciclagem local (återvinningscentral), para as coisas que não posso pôr na reciclagem normal. Vernizes de unhas antigos, objectos em madeira, cabos electrónicos antigos, sprays em lata? Vai tudo para o centro de reciclagem.

- Já verifiquei o que as empresas locais cobram pela limpeza da casa (os Suecos levam as limpezas-de-mudança muito a sério e convém estar tudo perfeito) e cheguei à conclusão que me ia custar cerca de 150 euros, apesar de o apartamento de Örebro ser pequenino. Decidi ser eu mesma a limpar. 

- Já fiz a alteração da morada (flyttanmälan) no Registo Civil cá do reino (Skatteverket). Faz-se em poucos minutos neste site. No meu caso, posso dar-me ao luxo de fazer a alteração da morada com bastante antecedência, por ser a casa do meu namorado e por eu já estar lá a viver quase a tempo inteiro.

- Já há uns meses que apenas compro os essenciais para ter em casa na casa de Örebro. Não entram roupas novas, nem coisas decorativas, nem produtos cosméticos novos. Além disso, tenho tentado usar apenas aquilo que tenho, especialmente no que diz respeito a cosméticos, e já terminei alguns produtos, o que sabe sempre bem.

- Já comecei a limpar as áreas que não uso com tanta frequência, como o interior de certos armários. Assim, limpo aos poucos e não guardo tudo para o dia da mudança.

E por aí, quem tem dicas de como preparar uma mudança?

16 comentários:

  1. Eu vendi os meus móveis todos, só falta o sofá! Mudar de país é péssimo em termos de logística =p de resto estou a fazer como tu, a tentar oferecer tudo o que não vou levar comigo e não compro nada novo! Excepção feita às coisas que comprei na Zara da última vez que fui à Portugal hehe mas também não foram imeeeensas coisas. A H&M aqui também faz isso! Pessoalmente, acho que a H&M é uma empresa que deixa muito a desejar em termos de ética, mas por uma vez tiveram uma óptima ideia (;

    ResponderEliminar
  2. Olha, você está bem adianta mesmo! O que eu fiz antes da mudança pra Suíça foi um bazar, vendi algumas coisas que estavam em perfeito estado e que custaram caro. Fiz um site simples na internet e as coisas voaram. Também dei muita coisa pra amigas, e para caridade. Faltando 10 dias para mudar passamos a comprar comida diariamente, comprando somente o que iríamos consumir no dia - e ainda assim, sobrou muita coisa na despensa, como azeites, temperos, etc. Como no prédio havia porteiro, ele aceitou de bom grado. Por mim, botei numa caixa grande coisas que não são exatamente úteis mas que eu tinha apego emocional. Olhei pra essa caixa todos os dias por quase um mês rs... Assim acabei "me despedindo" de várias coisas, e pouquíssimas delas vieram comigo.

    ResponderEliminar
  3. Boas mudanças! Tens tudo bem organizadoooo :)

    ResponderEliminar
  4. Acho que não precisas de dicas :) mas dás umas bastante boas aí! Também gosto de preparar as coisas com antecedência :)

    ResponderEliminar
  5. Olá Joana, uma mudança de casa é a oportunidade ideal para aligeiramos a nossa vida em termos de objetos de consumo. O que me chamou mesmo a atenção no teu texto e quero aqui comentar é quando dizes que os Suecos levam muito a sério as limpezas de mudanças. É pena que os Portugueses não tenham essa cultura de deixarem a casa tal como a encontraram, ou seja, limpa e desimpedida de bens! Trabalho numa empresa que tem andares arrendados e quando os inquilinos saem, é raro aquele que deixa a casa em condições. A melhor experiência que tive foi com um casal...Sueco. Até me deixaram o dinheiro para eu pintar a casa! Ou seja, eles presam o que é dos outros, enquanto aqui faz-se o contrário: como estão a pagar ( a renda) acham-se no direito de estragar. Ainda temos muito o que evoluir e aprender, nesse aspeto. beijinho, boa semana e boa continuação (da mudança).

    ResponderEliminar
  6. pois me parece é que você tá muitíssimo bem preparada. eu também mudei de cidade há uns dois anos atrás e sei bem a trabalheira que dá. usei muitas dicas do pinterest... acho que vale a pena dar uma olhada.
    no mais, achei muito prático colocar as roupas de cabide direto num saco de lixo (com cabide e tudo); as gavetas eu simplesmente cobri com plástico e carreguei mesmo como se fossem caixas; e as minhas caixas foram todas numerada, que foi pra poder colocar numa lista as coisas que estavam dentro (mais fácil pra achar depois)...
    Boa sorte com os preparativos e com a mudança!

    ResponderEliminar
  7. Olá Joana.
    Acho muito bem a decisão que tomaste de organizar a tua mudança com antecedência.
    Assim pudeste decidir tudo o que queres fazer e com tempo.
    Acho que tomaste as decisões certas, destralhar e partilhar é sem dúvida a opção mais acertada no teu caso. Aliás uma mudança é sempre uma boa para fazer isso mesmo.
    Gostei especialmente do que disseste em relação aos suecos nunca deixarem uma casa sem a deixar limpa e impecável. Infelizmente os portugueses não são assim. Ainda há pouco tempo fiquei sem um inquilino e fiquei tão triste quando vi como me deixou um apartamento.
    Enfim... resta me desejar te boas mudanças.
    Beijinho e boa semana.

    ResponderEliminar
  8. Uma mudança muito bem organisada :)

    ResponderEliminar
  9. Acho que não precisas de mais dicas! Tens dicas ótimas aí!

    Beijinhos
    That Girl | FACEBOOK PAGE | INSTAGRAM | TWITTER

    ResponderEliminar
  10. Eu/nós fizemos o mesmo do que tu, mas passos como a mudança de morada só depois :P

    Mas caraças, parabéns! :D Que pareces estar muito mais calma do que nós ahahahah

    Da água, da luz e do gás, já trataste?

    Beijinho,

    ResponderEliminar
  11. Quando mudei de cidade (Glarus para Zurique) também fizemos uma lista.
    A nossa principal preocupação era a alteração de morada, porque cada empresa têm o seu formulário - uns alteras online, outro preenches um formulário e outros querem que envies a alteração pelo correio. O mais complicado foi alterar de morada na Câmara de Adliswil, porque tinha que ser apenas uns dias antes da mudança e não um mês como nós pretendíamos.

    Também aproveitámos para fazer limpeza nos armários e desfazermo-nos de algumas mobília. Tivemos sorte que o novo inquilino quis ficar com a maioria das coisas. A roupa e acessórios foi doada ou vendida em páginas online.

    Boa sorte para a mudança de cidade :)
    Débora | Heidiland

    ResponderEliminar
  12. Acho que colocaste todas as dicas mais do que necessárias para uma mudança. Acho mesmo importante fazer uma reciclagem do que queremos e do que efetivamente usamos, poupa-nos tempo e espaço, para não levar tralha para um sitio novo. Boa sorte com as mudanças! :)

    ResponderEliminar
  13. a tua organização parece-me perfeita. nada a aditar! bjs

    ResponderEliminar
  14. Isso é que é organização! Gastas mais tempo mas fica tudo muito mais bem feito :D boa sorte!

    ResponderEliminar
  15. eu ando com uma sede de me ver livre das coisas... acho que tem a ver com os capítulos da vida (estive a ler até ao natal os teus posts que tinha em atraso e deparei-me com o do ano novo onde referias a importância dos rituais de passagem). estou a trabalhar a tempo inteiro para terminar o doutoramento (se é que se pode afirmar isso quando há dias em que digo para mim mesma "bolas hoje não fiz nada!" mas não parei um minuto sentada a organizar a casa, a minha vida e a da minha família...) e quero entrar nessa segunda fase da minha vida mais leve. não quero sentir que as coisas que possuo ocupqm mais espaço do que deveriam (na minha mente e na minha vida) e quero transitar para essa fase o mais leve possível, para recomeçar com o pé direito. como dizias noutro post para trás também, há todo um esforço que leva a que as coisas boas aconteçam que ninguém vê e quando começamos a retirar os frutos disso, quando as nossas mudanças de direção na vida se tornam mais óbvias para nós e para os outros que foram feitas com ponderação, não há nada como recomeçar apenas com o que é essencial.
    noutro tópico menos esotérico, tive uns amigos que se mudaram há poucos meses da suécia para a escócia com paragens em lisboa (ele é português) e na finlandia (ela é finlandesa) com dois gatos e uma bebé pequenina que me contaram ter corrido tudo bem com a parte sueca da organização. mesmo num cenário caótico como o deles só tiveram problemas com os britânicos, por isso confio que correrá tudo bem contigo também.
    beijinho e até breve!

    ResponderEliminar
  16. Super organizada você. Pode abrir uma empresa de mudanças! hahaha

    ResponderEliminar